Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/04/13 às 18h32 - Atualizado em 11/10/17 às 16h44

Autoridades esportivas incentivam o GDF a receber delegações olímpicas

COMPARTILHAR

Negociações entre Austrália e GDF estão em fase final para que atletas daquele país treinem na cidade, que está confirmada como sede do futebol, antes dos jogos Rio 2016

Aumentaram, hoje, as chances de Brasília receber mais de uma delegação olímpica estrangeira na fase preparatória para os Jogos Rio 2016, evento em que a capital federal está garantida como uma das sedes de algumas das partidas de futebol masculino e feminino da primeira fase da Olimpíada.

Em reunião no Palácio do Buriti, o presidente da Autoridade Pública Olímpica (APO), Márcio Fortes, sugeriu ao governador Agnelo Queiroz que apresente às embaixadas as condições de excelência reunidas em centros esportivos brasilienses.

“Já recebemos a oferta de várias estruturas da cidade para abrigar centros de treinamento antes dos jogos. A cidade poderá receber outras seleções justamente por estar no centro do país, receber brasileiros de todos os cantos e ser uma síntese da cultura brasileira”, afirmou Fortes.

O governador Agnelo lembrou que “a grande maioria das nossas ações para a Copa do Mundo e a Copa das Confederações nos darão a estrutura necessária para as Olimpíadas, com a vantagem de que o VLT, uma obra feita para os brasilienses, será uma infraestrutura a mais para os jogos de 2016”.

O chefe do Executivo brasiliense destacou que a Austrália está praticamente acertada com o GDF a respeito de que seus atletas venham para o Planalto Central nos dias que antecederão as disputas esportivas no Rio daqui a três anos, a fim de se adaptarem ao clima e à cultura brasileiros.

“Já recebemos autoridades australianas interessadas em enviar seus atletas para cá, com o objetivo de se adaptarem à cultura e ao clima brasileiros. Estamos em fase de conclusão das negociações para a vinda”, afirmou o governador Agnelo Queiroz. Nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, o país da Oceania ficou entre os dez melhores colocados no quadro de medalhas, com 35 conquistas.

No encontro, o governador apresentou todas as garantias de que a capital atenderá sem dificuldade os altos padrões exigidos pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), as partidas da primeira fase do esporte que é preferência nacional.

“O futebol, uma das modalidades mais populares dos jogos, dará visibilidade internacional para a capital, atrairá mais investimentos e ajudará Brasília a se firmar como um dos principais centros econômicos e culturais mundiais”, afirmou o governador.

Antes da reunião, o grupo visitou o Estádio Nacional de Brasília e o Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek. “Todos os investimentos necessários já estão sendo feitos. Brasília mostrará para o mundo a bela capital que o Brasil possui”, observou Márcio Fortes.

 

*Com informações da Agência Brasília