Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/06/20 às 9h26 - Atualizado em 9/06/20 às 9h27

Brasília é convidada a fazer parte da campanha “Meu Destino é Brasil”

COMPARTILHAR

Secretaria de Turismo do DF participou com o Fornatur de reunião de apresentação da ação nacional

 

Na tarde desta segunda-feira (8), os secretários e dirigentes estaduais de turismo que compõe o Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur) se reuniram, via videoconferência, com o Grupo BBG Brasil para conhecerem a campanha nacional “Meu Destino é Brasil”. A campanha tem como foco a promoção e o apoio à comercialização do Brasil através de uma rede solidária para a retomada do setor diante da crise causada pela pandemia do Covid-19.

 

A campanha é focada na integração ainda maior entre os destinos turísticos para firmar um posicionamento unificado que fortaleça o processo de retomada das atividades assim que houver uma flexibilização das medidas em vigor. “Resolvemos dar uma contribuição ao setor. O turismo está sendo muito afetado. Decidimos usar a nossa inteligência e esperemos ajudar de alguma forma. A nossa união vai fazer a diferença”, disse Vitor Bauab, presidente da BBG.

 

Nesse cenário, o turismo doméstico vai ser a principal força na retomada, segundo a avalição de especialistas do setor. Para Vanessa Mendonça, secretária de Turismo do DF, Brasília está agora, mais do que nunca, voltada para acelerar a retomada do turismo interno. “Brasília demonstra ser um destino seguro por meio das medidas desde o início adotadas pelo nosso governo, e a promoção é uma ferramenta essencial para a fortalecimento do turismo interno em todo o país”, avalia a secretária de Turismo.

 

Segundo dados apresentados por Vitor Bauab, 45% das pessoas sentem falta de viajar durante o período de isolamento. Dessa forma, primeiro as viagens domésticas serão retomadas, para depois as viagens nacionais ganharem espaço. O percentual está alinhado com os dados apresentados pela consultoria Cap Amazon e pelo portal Mercado & Eventos, que avaliou as perspectivas de mais de 400 agentes de viagem das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba.

 

Para 55% dos entrevistados, a retomada do turismo será mais rápida no mercado doméstico. A procura por destinos nacionais também foi apontada como uma tendência, assim como o turismo de saúde e destinos menos frequentados.

 

O estudo também constata uma possível mudança no perfil dos turistas brasileiros. Após o confinamento, agências esperam uma maior demanda de clientes em busca de viagens a lazer e para visitar amigos e familiares. Destinos e serviços que proporcionem bem-estar e contato com a natureza são citados, pela maior parte dos consultados, como segmentos em alta na retomada do turismo.