Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/05/13 às 14h35 - Atualizado em 20/11/13 às 16h57

Setur-DF apresentará roteiro de turismo rural em Sobradinho

COMPARTILHAR

Rota do Cavalo ampliará o eixo de turismo no Distrito Federal 

O novo roteiro de turismo em meio rural do Distrito Federal, a Rota do Cavalo, será apresentado, neste sábado (11), às 10h, para a comunidade da Região Administrativa de Sobradinho, cidade berço do projeto que tem por objetivo diversificar a oferta de atrativos da cidade.

“A Rota do Cavalo é um produto que eleva o patamar da nossa oferta no segmento rural. O envolvimento das 36 propriedades participantes e da comunidade local é um ponto chave para o sucesso. Mapeamos as demandas urgentes e agora queremos mostrar nosso plano para aquela área”, diz o secretário de Turismo do DF, Luis Otávio Neves.

O projeto conta com o apoio das Secretarias de Esporte, de Agricultura e Desenvolvimento Rural e de Governo, além da Administração de Sobradinho, do deputado Joe Valle, do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF), do Departamento de Estrada e Rodagem e da Companhia de Energética de Brasília (CEB).

Rota do Cavalo – Com base na proposta de integrar as Regiões Administrativas às ações de fortalecimento do turismo da capital brasileira, a Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF) reuniu 36 propriedade rurais de Sobradinho para lançar um projeto único que acarrete em desenvolvimento para a região.

“O projeto dará oportunidade não só para o governo desenvolva ainda mais o setor de turismo e ofereça outras opções aos visitantes, mas às famílias que vivem da produtividade desses espaços. É uma forma de descentralizar a geração de renda e empregos resultantes das atividades características do setor”, afirma a subsecretária de Estruturação e Diversificação da Oferta Turística do DF, Meyre France.

Na lista de participantes com potencial para desenvolvimento, há hotéis tradicionais, hotéis fazenda, haras, restaurantes de comidas típicas da área rural, ranchos e centros de treinamento equestre, muitos com experiência longa na prestação de serviços turísticos, porém sem a estrutura e apoio adequados.

Dos espaços mapeados, 14 estão prontos para dar início imediato à Rota do Cavalo, com o apoio da Setur-DF e de outros órgãos e entidades do DF que ficarão responsáveis por oferecer a infraestrutura necessária para receber, com qualidade, os visitantes com o perfil do local.

Intervenções como o recapeamento da DF 440, melhoria da iluminação pública da estrada que dá acesso às propriedades, sinalização turística e instalação de um Centro de Atendimento ao Turista no local integram o projeto para a Rota do Cavalo.