Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/11/13 às 17h02 - Atualizado em 28/11/13 às 17h28

Gymnasiade 2013: Comitê faz últimos ajustes e atletas caem n’água em Brasília

COMPARTILHAR

Cerca de 300 atletas, de 20 países, vão competir nas provas de natação da Gymnasiade 2013, a partir desta sexta-feira (29), no Complexo Aquático Cláudio Coutinho, em Brasília. As provas serão as mesmas do programa olímpico, com exceção dos 800m e 1.500m.

Nesta quarta-feira (27/11), a organização do evento aproveitou para fazer a checagem final para as provas. “Estamos observando os últimos detalhes técnicos, como posicionamento correto das raias, marca das bandeiras e sistema eletrônico”, explicou Fernando Delgado, coordenador geral de natação.

O dia foi marcado também pelo primeiro contato dos nadadores com o complexo aquático. Foi o caso do porto-riquenho, Ricardo Miranda, especialista no nado borboleta, costas e medley. “Fiz um treinamento focado na competição, venho de bons resultados no meu país, e espero conseguir uma medalha ou chegar às finais”, disse Ricardo, 15 anos.

Destaque – As seleções da França, Inglaterra, Brasil e Itália são consideradas as mais fortes nesta Gymnasíade 2013. A delegação brasileira será representada por 23 atletas. Contudo, não contará com sua principal atleta, a catarinense Fernanda Delgado, que está lesionada depois de competir e vencer a prova do 50m livre nos Jogos Escolares da Juventude, em Belém.

Apesar da baixa, o técnico da seleção feminina de natação, Thiago Catalão, está otimista. “Acreditamos que podemos conseguir, pelo menos, três medalhas: duas no feminino e uma no masculino”, disse o treinador.

Uma candidata forte do país é a nadadora Luana Obino, que apesar de ser pernambucana, mora em Brasília e contará com a força da torcida do público e da família. “Nadar aqui será bom não apenas porque minha família estará presente, mas também porque já competi várias vezes nessa piscina”, conta a atleta que defende o Fluminense-RJ e vem embalada pelo segundo lugar na prova do 50m, nos Jogos Escolares da Juventude.

A 15ª. Gymnasíade tem direção Federação Internacional de Esporte Escolar (ISF), realização da Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) e apoio do Ministério do Esporte (ME) e do Governo do Distrito Federal (GDF).

*Com Informações da Secretaria de Esporte e CBDE