Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/06/13 às 20h42 - Atualizado em 6/06/13 às 20h46

Jornalistas conhecem logística da Copa das Confederações

COMPARTILHAR

Tour de Experiência mostrou à imprensa como a cidade funcionará no dia do jogo

Na manhã desta quinta-feira (6) jornalistas locais, nacionais e internacionais participaram do Tour de Experiência e descobriram como vai funcionar a logística para a imprensa no dia do jogo. Eles conheceram, primeiro, o centro de credenciamento e o mídia center no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A partir da próxima quarta-feira (12/6), os profissionais credenciados pela FIFA poderão trabalhar no local.

Ao todo, 4 mil jornalistas foram cadastrados. Além de postos de trabalho com internet e serviços de telefonia móvel, eles contam com estacionamento no Centro de Convenções e ônibus especial até o estádio. No local, também são distribuídos tickets para a zona mista e a sala de coletiva da arena, onde terá uma tribuna de imprensa com 900 lugares e uma área para fotógrafos.

A Copa para os torcedores

Após o tour pelo Centro de Mídia os profissionais de imprensa seguiram para o Estádio Nacional Mané Garrincha e conheceram a logística para o acesso dos torcedores à arena que será o grande palco de abertura da Copa das Confederações no dia 15 de junho com o jogo Brasil x Japão.

Os portões do Mané Garrincha serão abertos ao meio-dia no sábado e a dica dos organizadores do evento é que o torcedor antecipe a retirada de seu ingresso e chegue cedo para evitar filas e aproveitar a festa. Por isso, os 20 mil torcedores que ainda não retiraram seu ingresso devem ficar atentos para não perder nenhuma atração. Quem fez o apelo foi o diretor de marketing da FIFA, Thierry Weil, durante a coletiva realizada pela entidade e o Comitê Organizador Local (COL). “Se todos deixarem para os dois últimos dias, não seremos capazes de fornecer todos os tickets a tempo. Torcedores podem retirar os ingressos de duas formas: por agendamento ou indo direto a um dos centros nas seis cidades-sedes. Mesmo os agendados podem antecipar a retirada”, alertou Weil.

A bilheteria fica no Centro de Convenções Ulysses Guimarães e funciona das 10h às 18h, todos os dias da semana, incluindo sábados, domingos e feriados. A antecedência também vale para o dia do jogo, já que o espetáculo de abertura, que promete surpreender a todos com suas atrações, está marcado para 14h30.

Na área externa do estádio, o público contará com a Fan Zone, um espaço com entretenimento, comércio de produtos licenciados e a Beer Garden, local de venda de bebidas. “O caso de Brasília é especial, pois será a abertura. As pessoas devem chegar cedo não apenas pelas filas, mas também para prestigiar toda a festa”, afirmou o ministro interino do Esporte, Luis Fernandes.

O secretário Extraordinário da Copa, Claudio Monteiro, acompanhou a visita e a coletiva de imprensa. Ele lembrou o esforço de Brasília para fazer todos os ajustes no estádio e destacou que a Copa das Confederações já está na marca do pênalti. “Tenho certeza que, com esse planejamento e tempo de execução, tudo sairá bem. Brasília será a porta do Brasil para o mundo”, ressaltou o secretário, ao lado do presidente do COL, Ricardo Trade. “Estamos nos últimos detalhes, preparando o palco para o show”, resumiu Trade.

Acessibilidade

O público terá acesso ao estádio por uma única entrada, voltada para o Setor Comercial Norte. No local, 90 detectores de metal farão a revista de bolsas. Para agilizar o processo, o torcedor deve levar o mínimo possível de objetos. Nessa etapa será feita a checagem visual dos ingressos, que passarão por análise eletrônica na passagem pelas catracas.

Pessoas com deficiência física, idosos e gestantes terão filas preferenciais na entrada e nos bares. Todos os portões estarão abertos e voluntários bilíngues vão direcionar o fluxo. Não será permitida a entrada com bebidas, alimentos, latas, garrafas, objetos cortantes, instrumentos sonoros, mastros de bandeira, isqueiros e guarda-chuva.

Nas arquibancadas, voluntários do serviço ao espectador e stewards (seguranças particulares) vão auxiliar os torcedores com os assentos marcados. O Centro de Comando Integrado vai monitorar a segurança dentro e fora do estádio por meio de câmeras. Haverá postos médicos em todos os níveis do estádio, além de ambulâncias e helicóptero de prontidão. A FIFA disponibilizará quatro desfibriladores, que ficarão como legado para a arena.