Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/05/19 às 12h18 - Atualizado em 27/05/19 às 13h38

Local secreto de JK está aberto aos turistas

COMPARTILHAR

Capital brasileira quer transformar centros de Atendimento ao Turista em locais para troca de experiências e de valorização dos designers e artistas da cidade

 

A cidade de Brasília ganhou três novos centros de Atendimento ao Turista (CAT). Mais do que simples receptivos, o projeto da Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF) é fazer com que esses espaços sejam pontos de troca de experiências. O conceito adotado pelo órgão é que os CATs sejam muito mais do que locais de entrega de folhetos e mapas ou de indicações. Os novos centros são locais criados para gerar sensações e ampliar o interesse dos turistas pela cidade.

 

O CAT da Casa de Chá, localizado na Praça dos Três Poderes – um dos pontos mais visitados da cidade – passou por uma revitalização. A curadoria feita por arquitetos buscou a máxima preservação do patrimônio histórico e inovou no conceito e mobiliário.  A Casa de Chá está localizada em área tombada e foi projetada por Oscar Niemeyer entre os anos de 1965 e 1966 para ser um restaurante em um prédio semi-enterrado, a fim de não contar com um novo edifício na praça. “Constituiria o elemento que faltava, o local para encontros e descanso indispensável”, comentou o arquiteto em seu livro Quase memórias: viagens. Tempos de entusiasmo e revolta.

 

Na Casa de Chá, um dos espaços prediletos de Juscelino Kubistchek e Dona Sarah, acontecia grandes encontros entre representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e nomes importantes da sociedade brasiliense. Na década de 80, o espaço era um dos pontos mais agitados da noite da capital. Hoje, o local serve de ponto de orientação para turistas e brasilienses descobrirem novos caminhos da cidade. Os guias, altamente capacitados e bilíngües, orientam os visitantes com informações turísticas e fatos curiosos da capital.

De acordo com a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, os centros de Atendimento ao Turista de Brasília estão essencialmente alinhados com o que hoje se espera de um local destinado a turistas e à população. “Os novos CATs são espaços multifuncionais que vão refletir a identidade da cidade, a alegria dos brasilienses, a efervescência de tudo o que somos e produzimos. Cada espaço será como uma mini-Brasília.”

 

O mobiliário e a decoração dos espaços foram concebidos em parceria com arquitetos, designers e artesãos da cidade por meio de concessão. Usar objetos e mobiliários projetados por artistas da cidade é dar ao turista a possibilidade de conviver literalmente com o que fez com que Brasília fizesse parte da Rede de Cidades Criativas do Design, título concedido pela Unesco à capital brasileira em 2017.

 

“A Casa de Chá é linda e um dos principais pontos de visitação turística de Brasília. O fato de funcionar um local de atendimento ao turista nesse espaço demonstra o empenho da Secretaria de Turismo para impulsionar o Turismo na capital brasileira. Esse CAT engrandece o Distrito Federal. A sua reinauguração demonstra a boa vontade do governo com o trade e com a população de Brasília”, afirmou o conselheiro da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) Lamarck Rolim.

 

Os outros dois CAT encontram-se nos setores Hoteleiro Sul e Norte, área central da capital. Em pouco mais de quatro meses do novo Governo do Distrito Federal, a Setur-DF reativou esses espaços que estavam fechados desde o fim da Olimpíada 2016. “É de extrema importância termos centros de Atendimento ao Turista. É um elemento básico para bem receber o turista em uma cidade”, declarou a presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Distrito Federal (ABIH-DF), Adriana Pinto.

 

Os turistas que visitarem a capital encontrarão nos centros de atendimento a cidade moderna, que também é Patrimônio Cultural da Humanidade, e que foi concebida e construída por pessoas arrojadas, inovadoras e empreendedoras. “Os novos centros de Atendimento ao Turista serão locais de experiências e múltiplas sensações. Brasília tem todos os atributos para se tornar um dos grandes destinos turísticos e dos mais desejados do nosso país. É a nossa capital,”, enfatizou a secretária de Turismo.

 

Vanessa Mendonça destacou que a Secretaria de Turismo está atuando nas necessidades emergenciais e estruturantes em conjunto com todas as secretarias do Distrito Federal e com órgãos federais na busca de soluções e ações que impulsionem o Turismo na capital brasileira. A secretária reforça, ainda, a capacidade de desenvolvimento econômico que o Turismo traz em si, pois movimenta uma enorme cadeia de serviços e produtos, gera emprego e traz receita. “Vamos oferecer aos nossos turistas cada vez mais apoio, com informações, serviços e roteiros elaborados em parceria com todo o trade turístico. Essas ações estarão ampliadas nos CATs que mostrarão essa nova Brasília. Uma cidade muito interessada em acolher bem seus visitantes e em promover todas as suas regiões para o Brasil e para o mundo”, ressaltou.

 

Para a revitalização e reativação dos centros de Atendimento ao Turista, a Setur-DF contou com a parceria do Banco de Brasília (BRB). “O BRB está ao lado da Secretaria de Turismo em mais essa iniciativa. Somos o banco que se identifica e valoriza a cidade. Apoiando o Turismo reafirmamos nossa identidade e apoio à geração de emprego e renda no setor”, disse o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

 

De acordo com a secretária de Turismo, os CATs são pontos de referência para quem quer conhecer qualquer cidade no Brasil e no mundo. “Temos uma cidade repleta de atrativos e com grande variedade de práticas de turismo. Precisamos receber bem quem chega a Brasília. Dar opções de atividades, sejam elas históricas, culturais, gastronômicas, religiosas, ecológicas. Uma boa experiência em um CAT permite que o turista aprecie a cidade e saia daqui com vontade de voltar e indicar Brasília para parentes e amigos”, frisou Vanessa Mendonça.

 

Serviço

Funcionamento de segunda-feira a segunda-feira, das 9h às 18h

CAT Casa de Chá – Praça dos Três Poderes

CAT Setor Hoteleiro Sul – Quadra 1, próximo ao Hotel Nacional

CAT Setor Hoteleiro Norte – Quadra 1, ao lado do Kubitschek Plaza

 

Acesse aqui a galeria de fotos.