Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/04/13 às 18h59 - Atualizado em 16/09/13 às 17h47

Planetário de Brasília será um dos mais modernos do mundo

COMPARTILHAR

GDF entregará aos brasilienses o espaço completamente restaurado, com tecnologia de ponta, no próximo semestre

A partir do segundo semestre deste ano, o Governo do Distrito Federal entregará aos brasilienses o Planetário completamente restaurado. Após 17 anos fechado, o local ganhará tecnologia de última geração, no padrão internacional. Entre as principais novidades que o colocarão entre os melhores do mundo está a atualização do spacemaster – uma espécie de projetor especial, que passou por restauração. Junto a ele, será instalado outro equipamento, fabricado na Alemanha, de alta tecnologia, adquirido pelo GDF.

De acordo com o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Glauco Rojas, a qualidade do trabalho executado é excelente e proporcionará à população uma “viagem ao espaço”. Ele ressalta que será um grande legado deixado pelo GDF à capital federal.

“O Planetário de Brasília está entre os mais modernos do mundo. A tecnologia empregada é altíssima e abre um leque de exibição que não se limita ao céu, mas mostra outras imagens do mundo científico”, explica.

Ferramentas multimídias – Inaugurado em 1974, o Planetário de Brasília completará 40 anos em 2014. Durante sua operação, possibilitou à população do DF conhecer um pouco mais sobre astronomia e encantar-se com o céu da cidade. Agora, na era da tecnologia, o espaço contará com ferramentas multimídias e de interação. Além disso, toda a estrutura física foi completamente reformulada e adaptada à acessibilidade.

O andamento da obra, conforme explica o secretário, está adiantado e dentro dos prazos. Ele informou que faltam apenas pequenos ajustes para sua finalização, entre eles a instalação de cabeamentos, aparelhos e poltronas.

Rojas defende, ainda, que a inauguração do Planetário, além de beneficiar todos os moradores do DF, mostrará o potencial do Distrito Federal para todo o mundo, uma vez que o aparelho público está localizado próximo ao Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha e aos demais pontos turísticos da capital.

“Essa será uma das grandes atrações da capital, ainda mais para os turistas. Ele está ao lado do estádio, epicentro do calendário esportivo. Lá, teremos monitores bem capacitados para receber tanto o público local quanto os estrangeiros”, diz o secretário.

Funcionamento – No térreo do edifício, será instalada a recepção, bilheteria, sala de projeção com 86 lugares, elevador e lanchonete. Já o pavimento superior abrigará a sala de exposições e biblioteca digital com mais de dez computadores. No subsolo, estão salas de oficinas didáticas, que também podem ser usadas como auditório, além de espaço para exposições e sanitários.

 

*Com informações da Agência Brasília