Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/03/13 às 20h49 - Atualizado em 5/03/13 às 21h07

Setur participa de mostra sobre Turismo na UnB

COMPARTILHAR

Diretora de Serviços de Atendimento ao Turista fala sobre o receptivo da cidade

Chegou ao fim a 2ª Mostra Olhares sobre o Turismo: Saber Fazer promovida pelo Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília. Durante quatro dias, o evento reuniu especialistas de diversas áreas para contribuir com a formação dos novos profissionais do setor na cidade. A diretora de Serviços de Atendimento ao Turista da Secretaria de Turismo do Distrito Federal, Eliane de Sá, foi uma das convidadas desta temporada.

A mostra é uma atividade da disciplina de Equipamentos e Serviços Turísticos, realizada juntamente com a Coordenação do Curso de Graduação e a Direção do CET. O evento tem como objetivo integrar ensino, extensão e pesquisa, desenvolvendo temáticas que promovem e criam diferentes olhares sobe o turismo. Os alunos de graduação exercem como atividade de aprendizado à formação e realização na execução de eventos.

Neste contexto, a diretora palestrou sobre Receptivo Turístico em Brasília. Guia de Turismo de profissão e a primeira mulher brasiliense a assumir esse posto, Eliane falou sobre os projetos que tem desenvolvido pela cidade e as formas de acesso à informações que o visitante possui ao chegar na Capital Federal, principalmente, no que diz respeito aos Centro de Atendimento ao Turista (CAT’s).

“Fizemos um trabalho de reestruturação e ampliação das unidades de atendimento. Quando assumimos, eram apenas dois postos, com pouca infraestrutura. Hoje, é um importante instrumento de desenvolvimento do Turismo da cidade”, disse Eliane.

Nesta gestão, Brasília ganhou cinco novas unidades de atendimento ao Turista, contabilizando sete. Os dois pontos já existentes passaram por reformas hidráulicas elétricas, de paisagismo e decoração. Tudo para acompanhar o avanço nos serviços prestados.

O visitante que chega a Brasília consegue ser recebido em até oito idiomas. São cerca de 50 pessoas treinadas para oferecer informações sobre a cidade, operações de embarque e desembarque, pontos de localização e monumentos da Capital Federal.

“Um importante instrumento que lançamos foi o livro do turista, onde o visitante fica a vontade para expressar as impressões que teve da cidade e do atendimento que recebeu na sua língua de origem”, lembra a diretora. “É muito importante para desenvolver as políticas públicas que estamos planejando e executando em Brasília”, afirmou Eliane.

Atualmente, os CAT’s também são grandes pontos de apoio para pesquisas que resultam, por exemplo, no Boletim de Monitoramento produzido trimestralmente pela Secretaria de Turismo do Distrito Federal. O produto analisa questões como o grau de satisfação do visitante, meios de transporte e hospedagem, perfil e outras informações que auxiliam na abordagem do Turismo da capital brasileira.

Além de Eliane de Sá, palestraram Ítalo Oliveira Mendes (MTur), Prof. Fernando Sobrinho (Departamento Geografia UnB), Profª. Karina Dias (CET/UnB), Profª.Maruthscka Moesch (CET/UnB), Taís Schilling Ferraz (Juíza e Conselheira do Conselho Nacional do Ministério Público), Vladimir Campos (Economista – Pós-Graduação em Relações Internacionais) e Adelino Neto (Coordenação Geral do turismo Sustentável e Infância – TSI (MTur).