Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/11/21 às 13h25 - Atualizado em 14/11/21 às 13h25

Rock, artesanato e flores provam a qualidade do turismo de eventos em Brasília

COMPARTILHAR

Os mais de 180 artesãos que estão expondo seus trabalhos na Feira do Artesanato e das Flores, ao Lado do Espaço Cássia Eller, no Eixo Monumental, celebram a retomada dos eventos e a oportunidade de recuperação das vendas para o Natal. Com praça alimentação, shows gratuitos feita conta com o apoio da Setur-DF, Emater e da administração do Pano Piloto

 

Feira de Artesanato e das Flores, artesãs, secretária de Turismo Vanessa Mendonça. Foto: Renato Braga/Setur-DF

 

A retomada dos eventos está levando esperança aos mais de 12.400 artesãos cadastrados no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB), pela Secretaria de Turismo do DF (Setur-DF). Neste sábado cerca de 180 artesãos celebraram as vendas realizadas durante a Feira de Artesanato e das Flores. O show da Banda Plebe Rude atraiu o público para o evento e as vendas foram alavancadas. A feira começou nesta quinta (11), e segue até segunda-feira (15), das 10h às 22h, no Espaço Funarte, ao lado da Torre de TV, no Eixo Monumental. A entrada é livre.

 

Promovida pela Associação Artise de Arte, Cultura e Acessibilidade, a feira conta com o apoio da Emater, da Secretaria de Turismo (Setur) e da Administração de Brasília. Por conta da pandemia de covid-19, o uso de máscara será obrigatório no espaço da feira, seguindo todas as orientações dos órgãos competentes no combate ao vírus.

 

As feiras são a uma oportunidade para o artesão mostrar sua arte. O setor, que foi um dos mais afetados no seguimento durante a pandemia, conta com os espaços para garantirem as vendas de final de ano. E o caso da artesã Tânia Rodrigues, que afirma ter feito boas vendas durante os dois dias de evento e conta que está sentindo o apoio da população. “As pessoas estão acolhendo o artesanato, elas estão contribuindo fazendo as compras dos presentes natalinos para nos prestigiar, eu estou sentindo isso, estou tendo um resultado fantástico com a feira, quero muito agradecer a Setur-DF por apoiar e incentivar o nosso trabalho”, conta a artesã.

 

Tânia Rodrigues, secretária de Turismo Vanessa Mendonça. Foto: Renato Braga/Setur-DF

 

A convite da secretária de Turismo, embaixadores visitaram a feira para prestigiarem o trabalho do artesanato da capital e conhecerem a cultura da cidade. Fernando García Casas, embaixador da Espanha, esteve presente e comentou sobre o evento. ”Muito importante para esses artesãos, é uma iniciativa muito legal ter essa programação no feriado da Proclamação da República que pode trazer benefícios e desenvolvimento aos artesãos, é muito bom”, afirma o embaixador.

 

Embaixatriz Angeles Cano, secretária de Turismo Vanessa Mendonça, embaixador da Espanha, Fernando García Casas. Foto: Renato Braga/Setur-DF

 

Para secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, o resultado das boas vendas está na união e comprometimento com as ações.  “Desde o primeiro dia da nossa gestão estamos trabalhando, com o apoio do nosso governador Ibaneis Rocha, para estruturar, qualificar e promover o trabalho dos nossos artesãos. O Artesanato é a alma do Turismo, hoje temos 12 mil artesãos credenciados em Brasília, quase 5 mil em atividade. Somente este ano, de janeiro a setembro, emitimos 2.300 carteiras. Com esse documento emitido pela setur, por meio do cadastro único do artesão brasileiro, o portador pode participar de todas as feiras nacionais e internacionais das quais a Setur-DF tenha participação, é uma alegria ver os artesãos realizados, vendendo seus produtos”, afirma a Secretária

 

Secretária de Turismo Vanessa Mendonça e o músico Kadu Lambach, guitarrista fundador da Legião Urbana. Foto: Renato Braga/Setur-DF

 

No final do mês de outubro o GDF entregou, por meio da Setur-DF, mais de 200 Carteiras Nacionais do Artesão, quatro Carteiras Nacionais de Mestre Artesão e 100 certificados para alunos que concluíram o curso de Artesanato. Para muitos dos artesãos que estão expondo e vender seus produtos na feira nacional é um sonho que se tornou realidade. É o caso da artesã Rute Regina, que recebeu durante a feira, das mãos da secretária de Turismo, a sua Carteira Nacional de Artesanato. “Agora eu posso chegar nos locais e me identificar como artesã, vou participar das grandes feiras, vou poder tirar notas, produzir ainda mais, estou muito feliz e grata à Secretaria de Turismo”, agradece a artesã.

 

Brasília Capital do Rock

 

Na noite de sábado (13/11) o Rock tomou conta da Feira de Artesanato e das Flores. o guitarrista fundador da Legião Urbana, Kadu Lambach (o Paraná), contagiou e emocionou a plateia cantando canções inesquecíveis da banda. O artista ressaltou a importância do evento para a cidade. ”É maravilhoso voltar a sentir o público e saber que existe uma secretaria de estado que a gente pode contar com o apoio. Brasília é sim a capital do Rock ,a gente ama essa cidade”, afirma Kadu.

 

A banda Plebe Rude celebrou 40 anos de história. Foto: Renato Braga/Setur-DF

 

A banda Plebe Rude, abrilhantou o evento com um show, com músicas que movimentaram as noites de Brasília e contribuíram para que a cidade tenha se tornado a capital do Rock. Phellippe Seabra destacou a rota do Rock. ”Esse é o quarto show que realizamos com a equipe técnica completa desde o início da pandemia, seguindo todos os protocolos, levando a bandeira do Rock de Brasília que a gente carrega, e fazendo uma menção especial a Rota do Rock, em que eu fiz a curadoria de lugares históricos que compõem a rota turísticas. Não existe nada igual na América Latina”, disse o músico.

 

Na apresentação deste sábado, na Feira do Artesanato e das Flores realizada por fomento da Secretaria de Turismo do DF, a Plebe Rude celebrou os 4-0 anos de banda. Antes, na sexta-feira, eles já tinham levado o show e a Rota do Rock de Brasília para São Paulo, a mesma ação que fizeram no Rio de Janeiro, na semana passada.