Governo do Distrito Federal
14/01/22 às 16h57 - Atualizado em 14/01/22 às 17h36

Setur dá dicas para famílias se divertirem nessas férias

Setur dá dicas para famílias se divertirem nessas férias

 

 

Opções gratuitas e com baixo custo são a melhor opção para quem quer aproveitar o período de folga, com segurança, ao ar livre, e descobrir uma Brasília diferente de tudo que já se viu.

 

 

O Eixão do Lazer oferece diversão ao ar livre. Foto: Arquivo Agência Brasília

 

 

As férias de janeiro estão trazendo muitos turistas a Brasília. Esses viajantes vêm aqui conhecer a nossa capital e descobrem coisas incríveis e lugares fantásticos que só Brasília é capaz de mostrar. Mas e o brasiliense, o que ele pode fazer para entreter os filhos e aproveitar da cidade nesse período de férias, de graça ou gastando muito pouco? Pensando nisso, a Secretaria de Turismo do Distrito Federal desenvolveu um roteiro para levar as famílias a um universo, às vezes, despercebido por quem vive o dia-a-dia da cidade. “Muito além dos monumentos, das atrações cívicas e das descobertas no Cerrado, o que consagrou Brasília como um destino para todos os públicos, temos uma Rota da Diversão que proporciona entretenimento, cultura e o contato com a natureza, para moradores e visitantes de todas as idades”, ressalta a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça.

 

 

Portanto, nada de ficar em casa nessas férias! A primeira sugestão é o Brasília Iluminada. Este ano, o projeto oferece música de graça no Palco Céu, atrás do Memorial JK e inúmeras atrações na Esplanada dos Ministérios. Na Torre de TV, o Banco de Brasília cedeu um espaço para uma grande pista de Patinação no gelo.

 

 

Parque Ana Lídia, no Parque da Cidade. Foto Lucio Bernardo Junior Agência Brasília.

 

A Rota da Diversão, elaborada pela Setur-DF é pioneira (https://www.turismo.df.gov.br/rota-da-diversao/). O circuito oferece opções gratuitas e de baixo custo para as famílias se divertirem. Desde um passeio pelo Complexo da República, onde está localizado o Museu Nacional criado por Oscar Niemeyer, e que oferece contemplação arquitetônica e informação cultural ao visitante, até uma simples pedalada com os pais no Eixão do Lazer (aos domingos e feriados), os visitantes e moradores da cidade contam com mais de dez opções.

 

 

Brasília está equipada com vários endereços capazes de oferecer diversão e lazer para as crianças e, por que não, aos pais. Pensando nisso, e o no grande público mirim do Distrito Federal e de visitantes que frequentam a Capital em períodos de férias escolares e longos feriados, a Setur-DF mantém em sua página na internet uma Rota da Diversão voltada exclusivamente para o público infantil (www.turismo.df.gov.br/rota-da-diversao/).

 

 

Para a secretária de Turismo, é possível descobrir uma novidade apenas lendo placas nos monumentos e pontos turísticos. “Você sabia que o jato de água da Fonte da Torre alcança 60 metros de altura é considerado o maior da América Latina?”, observa Vanessa Mendonça. “Essas curiosidades ajudam a despertar o interesse das crianças pela cidade, criam uma sensação de pertencimento. Eu costumo dizer que a cidade precisa ser boa, primeiro, para a população. E sendo boa para a população, será boa para o visitante”, complementa Vanessa Mendonça.

 

 

As crianças representam 16% da população do Distrito Federal, de acordo com o último levantamento da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílio (PDAD), coordenada pela Codeplan. Pelos dados apurados em 2018 e concluídos em 2020, o público infantil do DF é de 405.273 crianças. Segundo o PDAD, se somada essa população mirim com a de adolescentes do DF, esse grupo ultrapassa 700 mil e representa 25% da nossa população.

 

 

A Rota da Diversão foi pensada para levar essas crianças de todas as idades a conhecer os atrativos e se divertir pelos quatro cantos do Distrito Federal.

 

 

Secretária Vanessa Mendonça destaca a Rota da Diversão. Foto: Arquivo/Setur-DF.

 

Para orientar os visitantes infantis e os nossos “turistinhas”, a Setur-DF editou um miniguia, que conta com um layout exclusivo, jogos como o caça-palavras e desenhos para colorir, elaborados pelo artista Ralfe Braga. “Esta publicação é mais uma ferramenta para fomentar o turismo interno e externo e divertir a criançada”, explica Vanessa Mendonça.

 

 

Na Rota da Diversão, o público mirim pode conhecer o Parque da Cidade, Centro Cultural Banco do Brasil, Planetário, Pontão do Lago Sul, Jardim Botânico, Zoológico de Brasília, Torre de TV, Ermida Dom Bosco, Estádio Nacional Mané Garrincha, Complexo Cultural de Samambaia, Transitolândia e várias outras atrações.

 

 

A Rota inclui opções gratuitas e de baixo custo. Para quem quiser maior comodidade e descobrir os atrativos mirins por meio de aparelhos celulares, tabletes, lap top ou outro equipamento de acesso à internet, basta acessar a Rota da Diversão na página da Secretaria de Turismo: www.turismo.df.gov.br/rota-da-diversao/. Nos Centros de Atendimento ao Turista (CAT) espalhados pelo DF também é possível obter um guia com a rota.

 

 

CONFIRA OS ATRATIVOS:

 

 

Parque da Cidade Foto: Claudio Gerber/Setur-DF

 

Parque da Cidade

 

 

O Parque da Cidade é um dos maiores parques urbanos do mundo e o maior da América Latina. Além de praticar esportes, caminhar, correr, andar de bicicleta e patins, também dá para fazer trilhas pelos bosques do Cerrado. E ainda tem muita opção para diversão, como os famosos brinquedos do Parque Ana Lídia, com mais de 30 opções para se divertir. Você também pode andar de pedalinho no lago do Parque, uma diversão no meio da água mas sem se molhar. E ainda tem os brinquedos do Parque Nicolândia, que funciona desde 1967 e já recebeu mais de 10 milhões de pessoas para momentos marcantes de diversão. Para quem gosta de velocidade, dá para correr de kart no kartódromo, e tudo isso fica bem no centro de Brasília!

 

 

Endereço: Eixo Monumental, Asa Sul. Funciona diariamente, 24 horas por dia. Telefone: (61) 3224-1015. Instagram: @parquedacidadedebrasilia

 

 

CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil- Foto: Claudio Gerber

 

 

CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil

 

 

Chamado de CCBB, nesse centro cultural dá para fazer muita coisa. Além de brincar, andar de bicicleta e aproveitar um enorme gramado, muitas vezes acontecem apresentações de música e teatro nos espaços livres. Além disso, dá para aprender muito com as exposições que acontecem nas galerias daqui. Para conhecer essas exposições, é preciso consultar a programação e adquirir os seus ingressos, muitas vezes gratuitos ou com preços simbólicos.

 

 

Endereço: Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2, Lote 22. Funciona de terça a domingo, 9h-21h. Telefone: (61) 3108-7600. Instagram: @ccbbbrasilia

 

 

Pontão do Lago Sul. Foto: Divulgação

 

Pontão do Lago Sul

 

 

Dizem que o Lago Paranoá é o mar de Brasília. Se isso for verdade, o Pontão do Lago Sul é uma das nossas praias mais divertidas. Aqui dá para brincar, fazer piquenique, olhar o lago e se divertir com toda a família. Sem contar que é um dos lugares que mais recebe shows e apresentações de música durante o ano. Você também pode tomar uma refrescante água de coco ou provar um delicioso picolé enquanto faz esse passeio. Endereço: SHIS QL 10, Lote 1/30, Lago Sul. Funcionamento: diariamente, 7h-0h. Telefone: +55 (61) 3364-0580. Instagram: @pontaodolagosul

 

 

 

O Jardim Botânico oferece flora natural e ótimas trilhas. Foto: Arquivo/Agência Brasília

 

Jardim Botânico de Brasília

 

 

Já pensou em conhecer um museu natural? O Jardim Botânico de Brasília tem diversas plantas nativas do Brasil e de outros países. Além disso, aqui dá para fazer trilhas e piquenique, e ainda tem restaurantes, anfiteatro, orquidário, relógio de sol, jardim sensorial, jardim japonês e diversos espelhos d’água. Com certeza é um passeio imperdível, onde podemos aprender e nos divertir muito.

 

 

Endereço: Setor de Mansões Dom Bosco, Área Especial, Lago Sul. Funcionamento: terça a domingo, 9h-17h. Telefone: (61) 3248-0987. Instagram: @jardimbotanicodebrasilia. Ingressos: R$ 5,00.

 

 

Planetário – Foto: Claudio Gerber/Setur-DF

 

 

 Planetário de Brasília

 

 

Já imaginou viajar pelo espaço sideral e pela criação do universo? Aqui no Planetário você vai conhecer os planetas e galáxias, entrando em um túnel que conta como foi a formação do universo e vai se divertir conhecendo mais sobre o nosso céu. Tudo isso em poltronas confortáveis e sem pagar nada. E ainda dizem que o prédio parece um grande disco voador. Quer conferir? É só agendar a visita, retirar seu ingresso uma hora antes e se divertir.

 

 

Endereço: Setor de Divulgação Cultural, ao lado do Clube do Choro e do Centro de Convenções Ulysses Guuimarães. Funciona de terça a sexta, 9h-21h; sábados, domingos e feriados, 8h-20h. Telefone: (61) 3224-7970. Instagram: @planetariodebrasilia

 

 

O Zoológico reúne animais de todo o mundo. Foto: Arquivo/Agência Brasília

 

 Zoológico de Brasília

 

 

O Zoológico de Brasília é o lar de mais de 1.200 animais de todo o mundo. Além de conhecê-los, ainda dá para visitar o Museu de Ciências Naturais, o viveiro de borboletas e o serpentário. Aqui tem espaço para fazer um piquenique, brincar no parquinho e olhar os lagos artificiais. Contamos com o Santuário da Vida Silvestre, onde é possível observar os animais em seu habitat natural. Se você tem mais de 8 anos de idade, também pode fazer as visitas noturnas, mas sempre acompanhado de um adulto e com agendamento.

 

 

Endereço: Avenida das Nações, Via L4 Sul. Funcionamento: terça-feira a domingo, 9h-17h. Visitas noturnas: terças e quintas-feiras, às 19h, mediante agendamento prévio pelo e-mail deam@zoo.df.gov.br com no mínimo 5 dias úteis de antecedência e limitada a 40 visitantes por noite. Telefone: (61) 3445-7000. Instagram: @zoobrasilia. Ingresso: R$ 5,00 (meia-entrada).

 

 

A Ermida Dom Bosco é o centro do Brasil. Foto: Arquivo/Agência Brasília

 

 

Ermida e Parque Ecológico Dom Bosco

 

 

 Você sabia que a Ermida Dom Bosco foi a primeira construção de Brasília? Ela foi construída em homenagem ao frei Dom Bosco, que morava na Itália e teve um sonho de que Brasília seria construída, mas isso foi muito antes de definirem que a cidade existiria aqui no Brasil. Por isso, quando as obras da cidade começaram, logo construíram uma capela para agradecer ao frei pela sua visão. Daqui dá pra ver a cidade toda, brincar no parque, fazer trilhas e até tomar um banho no Lago. E dizem que aqui também tem o pôr-do-sol mais bonito de Brasília! Vamos conferir?

 

 

Endereço: SHIS QI 30, cj. A, Área Isolada Estrada Parque Dom Bosco. Funcionamento: diariamente, 6h-18h.Telefone: (61) 3367-4965 e 3367-2000.

 

 

Torre de TV – Foto: Claudio Gerber/Setur-DF

 

 

Torre de TV de Brasília

 

 

Já pensou se você conseguisse voar e ver Brasília de cima? A experiência de subir no mirante da Torre de TV vai te dar essa sensação! Subindo de elevador até o mirante, dá pra ver a Asa Norte, o Lago Paranoá, a Asa Sul e muito mais. É uma sensação incrível e tudo isso com muita segurança. Além dessa vista panorâmica de Brasília, embaixo da torre tem a fonte luminosa multicolorida, com jatos de água capazes de alcançar até 60 metros de altura e que podem dançar seguindo uma música. Você também pode conhecer a feira de artesanato, com lojas de brinquedos, além de provar várias comidas na praça de alimentação.

 

 

Endereço: Eixo Monumental. Funcionamento: terça a quinta, 9h-17h; e sexta a domingo, 9h-18h. Telefone: (61) 3329-0494.

 

Estádio Mané Garrincha é o segundo maior do Brasil. Foto: Divulgação/CBF

 

Estádio Nacional Mané Garrincha

 

 

O Estádio Mané Garrincha é o segundo maior do Brasil, com capacidade para 72.788 pessoas. Mas você sabia que esse estádio que vemos hoje, com 288 colunas circulares, substituiu um estádio menor que existia ali antes? O primeiro Estádio Mané Garrincha era bem menor e foi inaugurado em 1974, mas em 2010, para sediar os jogos da Copa do Mundo de 2014, ele foi substituído pelo grandioso estádio que temos hoje. Além de jogos de futebol, o estádio recebe também diversos shows e espetáculos. E você pode visitar todo o estádio, basta agendar.

 

 

Endereço: SRPN (Setor de Recreação Pública Norte) trecho 1. Dias e Horário de visitação: Sábados, 9h-12h, mediante agendamento. Telefone: (61) 4103-3553. E-mail: visitacao@arenabsb.com.br. Entrada: gratuita.

 

Museu Nacional Complexo da República. Foto: Arquivo Agência Brasília

 

Museu Nacional

 

 

Integra o Conjunto Cultural da República. É um espaço que insere Brasília no circuito internacional das artes e mostra o que há de melhor na arte brasileira. O espaço é utilizado para exposições itinerantes, palestras, mostra de filmes e seminários. Atualmente em cartaz, a exposição “Arte Cibernética” é  interativa,  lúdica e tem  feito  muito   sucesso  com crianças de 8 a 80 anos.

 

 

Endereço: Cultural Sul, lote 2, próximo à Rodoviária do Plano Piloto – Zona 0. Funcionamento: terça-feira a domingo, das 9h às 18h30. Telefones: (61) 3325-5220 e 3325-6410. Grátis.

 

 

 

 

 

Complexo Cultural Samambaia

 

 

No Complexo Cultural Samambaia, podemos despertar o nosso lado artístico, assistindo a peças de teatro, espetáculos, shows musicais e concertos no Cineteatro Verônica Moreno. Temos um salão multiuso com espaço infantil, além de um grande pátio externo, onde você pode andar de bicicleta com todos os seus amigos e familiares.

 

 

Endereço: Quadra 301 – Conjunto 05 Lote 01 – Samambaia Sul. Telefone: (61) 3358-0815. E-mail: gccs@cultura.df.gov.br e contato@complexoculturalsamambaia.com. Site: www.complexoculturalsamambaia.com. Instagram: @complexosamambaia. Entrada: gratuita.

 

 

Transitolândia, em Sobradinho: estação de cidadania. Foto: Arquivo/Agência Brasília

 

 


Transitolândia – Escola Vivencial de Trânsito – DER/DF

 

 

A Transitolândia é uma minicidade feita para você se divertir. Aqui você aprende sobre como se comportar no trânsito quando for pedestre, passageiro ou motorista. Na pista dessa minicidade há semáforos, passarela, faixa de pedestre, ponto de ônibus e calçadas. A gente aprende a atravessar na faixa de pedestre, usar as passarelas, colocar o cinto de segurança e muitas outras coisas. Também dá para andar de passageiro nos carros elétricos, que são conduzidos por agentes de trânsito. Mas essa visita tem que ser feita pela escola e requer agendamento.

 

 

Endereço: Parque Rodoviário do DER – Sobradinho. Agendamento de escolas: getra@der.df.gov.br. Site: www.transitolandia.der.df.gov.br/

 

 

Piscina da Água Mineral. Foto: Arquivo Agência Brasília

 

 

Parque Ecológico Água Mineral

 

 

Mais Conhecido como Água Mineral, o Parque Nacional de Brasília é um parque ecológico e possui duas piscinas de água mineral sempre corrente, espaço para piqueniques e churrasco à sombra de árvores, além de passeios e trilhas nas matas. Perto das piscinas, há lanchonete e postos de emergência médica. O Centro de Visitantes conta com sala de exposição, museu, laboratório, auditório e biblioteca nos quais é possível participar de atividades educativas sobre o médio ambiente.

 

 

Endereço: Rodovia EPIA BR 040, Estrada Parque Indústria e Abastecimento. Funcionamento: diariamente das 8h às 17h. Telefone: (61) 3233-4553. Preço: R$ 12.

 

 

No Eixão do Lazer, os protagonistas são ciclistas e pedestres. Foto: Arquivo/Agência Brasília

Eixão do Lazer

 

 

O Eixo Rodoviário é uma via de 16 km que corta a cidade de norte a sul e tem formato popularmente comparado às asas de um avião. Aos domingos e feriados o local é fechado para carros e se transforma no Eixão do Lazer, onde os protagonistas são os pedestres, atletas, famílias, eventos e muitas outras atrações.

 

 

Endereço: Eixo Rodoviário Sul e Norte. Funcionamento: Domingos e feriados, das 6h às 18h. Gratuito.